Estudo de caso: enfrentando a interferência europeia sobre a criptografia

Este ano, o capítulo da Internet Society de Portugal publicou uma carta aberta em um dos principais jornais diários nacional, o Público, que vende 80.000 cópias e tem 50 milhões de visualizações de página online por mês. A
carta aberta foi escrita para aumentar a pressão em defesa da criptografia e e foi seguida por cobertura da mídia e entrevista, declarando que “Enfraquecimento da criptografia na União Europeia só beneficiaria os criminosos ”.

Para atrair a atenção internacional, o capítulo traduziu a carta para
inglês e abordou os Capítulos da Internet Society na Suíça
e a Holanda para ajudarem na edição. Eles também enviaram e-mails para todos os capítulos europeus para verificar seu interesse em aderir à carta. Uma dúzia o fez: Bélgica, Finlândia, França, Alemanha, Holanda, Noruega, Eslovênia, Espanha, Suíça e o Reino Unido.

O Capítulo de Portugal tem inspirado outros a trocar informações e
trabalhar juntos, e não apenas na Europa. O Capítulo Brasileiro convidou-o
para falar em um evento online e também deseja enviar comentários
sobre a consulta europeia sobre criptografia a partir de uma perspectiva brasileira.

Texto original publicado em inglês disponível aqui.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: